Paciente do Banco de Sangue do Hugol usa motivação em tragédia para ajudar outras vidas

Publicado: 11/07/19 18:16

O Banco de Sangue do Hospital Estadual de Urgências da Região Noroeste de Goiânia Governador Otávio Lage de Siqueira (Hugol), unidade da Secretaria da Saúde (SES), conheceu a história de superação de um de seus doadores frequentes que, após ouvir no rádio a necessidade de doações para manter os estoques na unidade em níveis seguros, se vestiu como o personagem de quadrinhos Homem de Ferro e veio novamente ao hospital doar sangue e tentar incentivar outras pessoas a realizar esse ato tão nobre.

Ronaldo Almeida sofreu um grave acidente em setembro de 2008, ao cair no chão de uma altura de aproximadamente 8 metros, que o deixou com diversas contusões no corpo e, consequentemente, uma internação em Unidade de Terapia Intensiva por quase 30 dias. Após se recuperar dessa experiência traumática, Ronaldo conta que resolveu mudar seu estilo de vida, prezando mais por esportes e, eventualmente, se tornando maratonista. Em 2017, ele decidiu correr a tradicional Maratona de São Silvestre fantasiado, com o intuito de motivar positivamente outras vidas, fato que repetiu no ano seguinte. Ele já havia doado sangue outras vezes no hospital, mas resolveu que também se caracterizaria durante as doações para conscientizar a população da importância do ato.

“Devido à gravidade do acidente, acredito que tive uma nova chance de viver, então resolvi fazer um bom uso da oportunidade que estou tendo. Às vezes tive vontade de me entregar à enfermidade, mas resolvi mostrar a mim mesmo que era capaz de superar tudo que passei e ainda ser uma pessoa melhor. Hoje, só quero ser um exemplo de ser humano para minhas filhas e poder influenciar as pessoas a viver melhor e ajudar o próximo, com ações como a doação de sangue, que é de extrema importância para quem está precisando”, relatou Ronaldo.

O hospital realizou 42.023 transfusões de sangue no período de julho de 2015 a junho de 2019 e, para suprir a assistência, a UCT já recebeu 35.940 doações no mesmo período. O médico hematologista e supervisor da Unidade de Coleta e Transfusão do Hugol, Adriano Arantes, ressalta que, “se o hospital tem a capacidade de atender a um grande número de pacientes, devemos isso aos doadores constantes do Banco de Sangue, que contribuem para manter nosso estoque em níveis que atendam à demanda”.

Os requisitos básicos para passar pela entrevista pré-doação são: estar saudável, ter peso acima de 50kg, apresentar documento com foto válido em todo o território nacional e idade entre 16 e 69 anos, sendo que antes de completar 18 anos é necessária uma autorização dos pais ou responsáveis e, se acima de 60 anos, já ser um doador frequente. Quem tomou a vacina da febre amarela deve aguardar 30 dias para ser doador.

Mais informações: (62) 3270-6451