Goiás na Frente Terceiro Setor contempla 23 municípios com Cheque Reforma no primeiro semestre

Publicado: 16/05/18 13:15

 Primeira família a receber o Cheque Reforma em Jataí, a da dona de casa Maria Helena da Paz de 69 anos, que há dois anos sofreu um AVC e está em cadeira de rodas, e seu esposo, o jardineiro Itamar Elias de Assis.

O programa Goiás na Frente Terceiro Setor já beneficiou com Cheque Mais Moradia modalidade Reforma 474 famílias dos municípios de Itapaci, Jaraguá, Jataí, Posse e Uruaçu. Quase mil pessoas devem receber o benefício até o final de junho em outros 18 municípios, totalizando 23 municípios atendidos. A prioridade estabelecida pelo Governo do Estado com o programa é o atendimento com Cheque Reforma a famílias que tenham pelo menos uma pessoa com deficiência física, para melhorar as condições de acessibilidade das residências.

O Governo de Goiás reservou R$ 30 milhões para o atendimento a 10 mil famílias, em parceria com as prefeituras, que são responsáveis pela inscrição. Um total de 30 municípios aderiu ao programa, dos quais 26 já fizeram inscrições de famílias. A Agência Goiana de Habitação (Agehab), responsável pela execução programa Cheque Mais Moradia, está analisando os cadastros enviados pelas prefeituras. Nos primeiros quatro meses deste ano, o Governo de Goiás liberou mais de R$ 3,6 milhões de recursos do Cheque Mais Moradia, modalidades Reforma/Melhoria, para atender 1,2 mil famílias com reforma e melhoria de moradias precárias.

A primeira família a receber o Cheque Reforma em Jataí foi a da dona de casa Maria Helena da Paz (na foto acima, que abre esta reportagem), 69 anos, que há dois anos sofreu um AVC e está em cadeira de rodas, e do jardineiro Itamar Elias de Assis. O casal tem um filho especial, de 30 anos. Maria Helena contou que vai fazer adaptação das portas do quarto e banheiro para passagem da cadeira de rodas, pintura para tirar o mofo da casa e cobertura na frente do imóvel para que ela possa ter contato com a movimentação da rua. A dona de casa aguarda com muita expectativa essas adaptações, que não teria como custear se não fosse pelo programa do Estado. Segundo seu Itamar, só de remédios a família chega a gastar 700 reais por mês.

O presidente da Agehab, Cleomar Dutra, diz que o objetivo do programa é reduzir o déficit habitacional qualitativo, promovendo melhorias na habitação. De acordo com ele, o valor individual do Cheque Reforma é de R$ 3 mil, destinado exclusivamente à aquisição de material de construção. “Com milhares de casas construídas e reformadas em todos os municípios do Estado, por meio do programa Cheque Mais Moradia, o Governo de Goiás está ajudando a melhorar a vida das famílias goianas com moradia digna e de qualidade”, conclui Cleomar Dutra.

Assessoria de Imprensa Agehab