Café da manhã abre comemorações pelo Dia da Mulher em Goiás

Publicado: 28/02/19 16:00

Evento será no Jardins do Cerrado I, em Goiânia

Dando início às atividades pelo Dia Internacional da Mulher, celebrado no próximo dia 8 de março, o Governo de Goiás, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Social, realizará um café da manhã com a comunidade e líderes de diversos segmentos da sociedade civil organizada nesta sexta-feira, dia 1º de março, às 8h30, na Escola Municipal Dom Tomás Balduíno, no Jardins do Cerrado I, periferia de Goiânia.

O bairro, habitado por cerca de 30 mil famílias, surgiu em 2008 e possui várias carências, constatadas por uma visita técnica realizada pelo secretário Marcos Cabral no último dia 15 de fevereiro. Entre os pedidos da comunidade, além da melhoria da segurança pública, estão a implantação de uma escola de ensino médio e oportunidades de inserção no mercado de trabalho aos jovens.

Para o titular da Secretaria de Desenvolvimento Social, a atividade será o início de um trabalho mais intenso pelo fim da violência contra a mulher e pela promoção da igualdade, que será seguido ao longo dos próximos quatro anos.

“Tratar bem das questões das mulheres é uma das premissas básicas do governador Ronaldo Caiado e da primeira-dama Gracinha Caiado. Por isso, essa ação num dos bairros mais carentes de Goiânia, se reveste de uma importância especial, por simbolizar nossa atuação nos locais onde as políticas públicas de Estado ainda não chegaram até hoje, ou chegaram de forma incompleta e inconstante”, comenta o secretário.

Mapeamento 

A preocupação do Governo de Goiás em reduzir os índices de vulnerabilidade social do estado norteou a criação do Gabinete de Políticas Sociais, presidido por Gracinha Caiado. O órgão irá coordenar o mapeamento das regiões mais vulneráveis para levar políticas sociais a elas, atenuando os problemas sociais até o final da gestão.

O objetivo é identificar as demandas mais urgentes na área social, especialmente nos municípios mais pobres, de modo a ter um diagnóstico preciso para que, com base nos dados, o Estado possa priorizar as ações iniciais para que, como disse Ronaldo Caiado, a solução seja eficaz.

Nessa linha de raciocínio de identificar os locais de maior vulnerabilidade social, de acordo com a superintendente executiva da Mulher e da Igualdade Racial, Rosi Guimarães, o Jardins do Cerrado é um dos bairros de Goiânia com maiores necessidades de apoio do poder público.

“É um bairro distante do centro da capital, a maioria das famílias são chefiadas por mulheres que, além do peso da rotina diária, estão preocupadas, para não dizer desesperadas, com a ausência do Ensino Médio no bairro. Isso gera ociosidade entre os jovens, evasão escolar e, consequentemente, a falta de perspectiva profissional e as mães acabam perdendo seus filhos para o crime e a prostituição”, finaliza a superintendente.

Serviço: 

Evento: Café da Manhã pelo Dia Internacional da Mulher

Data e horário: sexta-feira, 1º de março, às 8h30

Local: Escola Municipal Dom Tomás Balduíno (Rua dos Girassóis esquina com Rua da Liberdade, Residencial Jardins do Cerrado I, Goiânia)

 Comunicação Seds

 

 


TAGS: