Goiás será referência nacional em políticas sociais, diz Caiado na assinatura de termo do programa Criança Feliz

Publicado: 13/03/19 09:33

Cumprindo agenda em Brasília, governador e primeira-dama, Gracinha Caiado, também participaram de seminário internacional sobre a primeira infância

 

O governador Ronaldo Caiado afirmou nesta terça-feira, dia 12, que Goiás será referência nacional em políticas sociais. Isso será possível após “derrubar as desigualdades regionais e dar um tratamento digno ao povo”, disse. A declaração foi dada durante a abertura oficial do Seminário Internacional da Primeira Infância, promovido pelo Ministério da Cidadania, em Brasília. Na sequência, foi assinado o termo de reafirmação de compromisso para realização do programa Criança Feliz, que será executado no Estado a partir de junho.

Durante a abertura do seminário, Ronaldo Caiado falou sobre o recém-lançado Índice Multidimensional de Carência das Famílias (ICMF). A partir dos dados levantados, o Governo de Goiás já está atuando de forma incisiva no combate aos problemas sociais que atingem as cidades goianas. “Não identificamos apenas a renda como fator determinante, mas as casas que não têm sequer estrutura de banheiro, de energia elétrica. Também as condições de educação para as crianças e a convivência entre pais e filhos”, exemplificou o governador.

O Seminário Internacional da Primeira Infância – O Melhor Investimento para Desenvolver uma Nação reúne especialistas nacionais e internacionais para debaterem políticas públicas e atendimento às crianças em seus primeiros anos de vida. No lançamento oficial do seminário feito pelo ministro anfitrião Osmar Terra (Cidadania), além do governador e da primeira-dama, Gracinha Caiado, estiveram presentes o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, a primeira-dama Michelle Bolsonaro e o deputado federal José Medeiros.

Osmar Terra destacou em discurso a importância de dialogar sobre os primeiros anos de vida. “É na primeira infância que podemos prevenir ou amenizar os danos causados por doenças, terríveis, às vezes, e que colocam as pessoas sempre em uma situação de muita fragilidade e vulnerabilidade”, disse.

Luiz Mandetta, por sua vez, destacou que o Brasil é um país de muitos contrastes, o que reforça a necessidade de voltar as atenções às crianças. “Temos, na primeira infância, a presença de inúmeras culturas, momentos e estágios”, observou.

Ao agradecer a presença de diversas primeiras-damas dos Estados e prefeituras, a primeira-dama Michelle Bolsonaro afirmou que estudos apontam a importância de desenvolver políticas públicas focadas na primeira infância, visto que este período da vida tem “potencial para gerar grandes transformações sociais, sobretudo nos resultados da educação, redução de desigualdades e da saúde humana”.

Programa Criança Feliz

O governador Ronaldo Caiado também assinou o termo de reafirmação do compromisso entre os governos federal e estaduais para a promoção do Programa Criança Feliz. Em Goiás, o programa será executado a partir de junho. Atualmente, ele está presente em 2.622 municípios brasileiros, promovendo o atendimento de 518.414 indivíduos, o que totaliza cerca de 12 milhões de visitas.

No Estado, o Criança Feliz estimulará o desenvolvimento de crianças desde a gestação, e visa atender crianças de famílias que recebem o benefício do Programa Bolsa Família e Benefício de Prestação Continuada (BPC).

Gabinete de Imprensa do governador de Goiás