Detran

Conhecido até o ano passado pela corrupção e pela Indústria da Multa, o Detran passa a ser RECONHECIDO pela sociedade goiana por uma gestão séria, transparente e que respeita o dinheiro do cidadão.
TAXA DE VISTORIA DE VEÍCULOS REDUZIDA DE R$ 175,76 PARA R$ 108.

FIM NA OBRIGATORIEDADE DA VISTORIA VEICULAR EM QUATRO SITUAÇÕES.

TAXA DE REGISTRO DE CONTRATOS DE LEASING E ALIENAÇÃO FIDUCIÁRIA REDUZIDA DE R$ 375,41 PARA R$ 193,06.

REDUÇÃO DOS PREÇOS DE CONFECÇÃO DE PLACAS. Goiás passou a ter uma das taxas de emplacamento mais baratas do País:

a) Motos – caiu de R$ 150 para R$ 52,98;

b) Carros – caiu de R$ 190 para, no máximo, R$ 120.

• Juntando a economia direta no bolso do cidadão com os cortes de custeio e contratos do órgão, A ECONOMIA PARA O CONTRIBUINTE JÁ CHEGA A R$ 143 MILHÕES POR ANO (incluindo a economia estimada de 7 milhões do programa “De Mãos Dadas”).

DIRETAMENTE NO BOLSO DO CIDADÃO, O CORTE É DE 91 MILHÕES DE REAIS ANUAIS.

REDUZIDO O PRAZO DE EMISSÃO DE DOCUMENTOS: CRLV/CRV e CNH de 15 dias para 2 horas, em Goiânia; e a permissão internacional para dirigir, de 20 dias para 72 horas.

ENVIADO PROJETO DA CNH SOCIAL À ASSEMBLEIA LEGISLATIVA. Três categorias: Urbana, estudantil e rural. Cidadãos inscritos em programas sociais, agricultores inscritos no PRONAF e estudantes que cursaram todo o Ensino Médio na rede pública serão beneficiados. No primeiro ano, serão mais de 8 mil carteiras de habilitação sociais.

• Lançado o programa DE MÃOS DADAS, para facilitar o acesso da pessoa com deficiência (PCD) à obtenção da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e à aquisição de veículos zero-quilômetro com isenção de impostos. O Detran-GO deixará de exigir o segundo laudo médico da pessoa com deficiência que abre processo de habilitação ou renovação. Só essa desobrigação propiciará uma economia de 300 reais ao candidato, e a pessoa não precisará contratar despachante para montar o processo de isenção de IPI, IOF, ICMS e IPVA na aquisição do veículo novo, o que lhe poupará mais 700 reais. São mil reais economizados por cada pessoa, com estimativa de redução total de 7 milhões de reais de desembolso.

 

Utilizamos cookies essenciais e tecnológicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.