Liberada mais uma parcela do Auxílio Alimentação para estudantes


Mais de 109 mil estudantes da rede estadual recebem o correspondente a R$ 75,00. No total, já foram investidos acima de R$ 54 milhões para garantir a segurança alimentar e nutricional dos alunos goianos

O Governo de Goiás, por meio da Secretaria de Estado da Educação (Seduc), já depositou a sétima parcela do Auxílio Alimentação para os estudantes da rede pública estadual de ensino, beneficiários do programa Bolsa Família.

Mais de 109 mil alunos receberão a sétima parcela do auxílio, referente à segunda quinzena de junho e no valor de R$ 75,00. O valor está disponível para saque a partir desta segunda-feira, dia 20, conforme calendário de pagamentos do Bolsa Família.

O programa Auxílio Alimentação foi criado pelo Governo de Goiás no início de abril para garantir a segurança alimentar e nutricional dos estudantes de baixa renda. O dinheiro é direcionado à aquisição de alimentos, em substituição à merenda escolar, que deixou de ser servida após a suspensão das aulas presenciais no dia 20 de março.

Até agora, foram investidos R$ 54.286.425,00 no programa. Para receber o benefício, é necessário que o estudante atenda a três critérios básicos: estar matriculado na rede estadual de ensino, ter frequência comprovada e ser cadastrado no programa Bolsa Família, do governo federal.

O programa foi instituído por meio do decreto de nº 9.643, publicado no Diário Oficial de Goiás no dia 25 de março de 2020. A secretária de Estado da Educação, Fátima Gavioli, ressalta que a iniciativa do governador Ronaldo Caiado foi fundamental para garantir a alimentação dos alunos neste período em que as unidades escolares permanecem fechadas, por medida de segurança no combate e prevenção ao coronavírus.

Como sacar o auxílio

O recurso pode ser retirado nas agências da Caixa Econômica Federal (CEF) em todo o Estado, sendo que o saque pode ser efetuado por meio dos cartões Bolsa Família, Cartão Cidadão ou Cartão Renda Cidadã.
A superintendente de Organização e Atendimento Educacional da Seduc, Patrícia Coutinho, explica que caso o aluno não tenha nenhum dos três cartões, ele também pode sacar o auxílio na boca do caixa, apresentando a Carteira de Identidade e o CPF.

Secretaria de Educação - Governo de Goiás

Utilizamos cookies essenciais e tecnologicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.