Em pronunciamento, governador anuncia medidas para amenizar impactos do isolamento social

Ronaldo Caiado elogiou trabalho dos profissionais da saúde e orientou que universidades preparem estudantes para a luta contra o novo coronavírus

O governador Ronaldo Caiado anunciou, durante pronunciamento na noite desta sexta-feira (20/3), uma série de medidas para amenizar os impactos econômicos causados pelo isolamento social, entre elas a abertura de crédito emergencial e condições excepcionais no fornecimento de água e energia elétrica. “O Governo de Goiás está lutando com todas as forças para proteger todos os goianos”, garantiu.

De forma clara e sucinta, Caiado lembrou que o atual cenário aponta para uma luta contra um “inimigo invisível”, no caso, o novo coronavírus. O governador sinalizou que as decisões preventivas anunciadas nos últimos dias obedeceram a critérios técnicos, com foco na saúde das pessoas. “Para atravessarmos juntos esta pandemia do coronavírus, tomamos atitudes duras, às vezes incompreendidas, mas convictos de que estamos fazendo o necessário para salvar vidas”, frisou.

Desde o início da semana, o Governo de Goiás vem divulgando decretos e notas técnicas para informar a população sobre cada passo dado para impedir a proliferação da transmissão da Covid-19 no Estado, como a suspensão de aulas, o fechamento de comércios e a recomendação para que pessoas evitem sair de casa. Essa quarentena é tida como crucial para o controle da doença, que é altamente transmissível.

Apesar de indispensável, o isolamento social gera consequências econômicas que o governo estadual também está combatendo. “Serão liberados R$ 500 milhões para empresas de pequeno e médio porte; a Saneago não fará cortes; solicitamos às empresas de internet que alonguem o prazo de pagamento das faturas, e à Enel, que não corte a energia”, elencou o governador.

Ainda no pronunciamento, Caiado, que também é médico, elogiou a postura e dedicação dos profissionais da saúde que estão na linha de frente do combate, salvando vidas. “O meu mais profundo agradecimento. Quando ganharmos essa guerra, todos nós saberemos reverenciá-los como nossos grandes heróis”, salientou. E ainda reforçou que as universidades preparem os alunos da área para o enfrentamento à Covid-19. Os cursos superiores relacionados à saúde são os únicos cujas aulas não foram suspensas via decreto.

Informações sobre o coronavírus em Goiás

O Governo de Goiás disponibiliza o site www.saude.go.gov.br/coronavirus para que a imprensa, profissionais de saúde e toda a população possam acompanhar o monitoramento dos casos da Covid-19 no Estado. No portal, além do boletim epidemiológico atualizado diariamente, é possível ter acesso a informações sobre o novo coronavírus – desde dicas de prevenção e detecção de sintomas até os documentos oficiais emitidos pelo governo. Além de informar com transparência e precisão, a plataforma tem o objetivo de combater fake news.

Veja as medidas tomadas nas mais diversas áreas

Saneago

Suspensão dos cortes de água de clientes inadimplentes pelo prazo de 15 dias. Paralelo a isso, está em elaboração um programa de renegociação de débitos que deve ser lançado tão logo haja o controle da Covid-19.

Os serviços essenciais continuam funcionando: religação de água por corte indevido; fornecimento de água por caminhão pipa; parcelamento/financiamento de faturas; registro de reclamação sobre falta ou qualidade de água; reparo de cavalete e de vazamento de água; troca de registro de corte; desobstrução de esgoto; reposição de tampão do PV; instalação de hidrômetro; reativação da ligação de água; ações emergenciais; retirada de entulho e tapa buraco.

OVG

Serviços em pleno funcionamento: as 12 unidades do “Restaurante do Bem”, com refeições a R$ 2; as doações de benefícios como cadeiras de rodas, muletas, andadores, fraldas descartáveis, malhas compressivas e enxovais de bebê; e o Banco de Alimentos, que doa frutas, verduras e legumes a famílias em situação de vulnerabilidade social e entidades sociais cadastradas.

A OVG e o Gabinete de Políticas Sociais, coordenado pela primeira-dama Gracinha Caiado, também lançaram o Fundo de Combate à Propagação do Coronavírus, que cria uma rede de proteção e prevenção social voltada para as pessoas que tiveram que parar de trabalhar para evitar a disseminação da doença. A ação arrecada recursos para a compra alimentos, itens de higiene e limpeza, álcool em gel e outros. As doações podem ser realizadas via transferências, cartão de crédito, boleto, débito em conta e por meio da Plataforma do Voluntariado (ovg.org.br/voluntariado).

Dados para a transferência bancária:
Razão Social: Organização das Voluntárias de Goiás
CNPJ: 02.106.664/0001-65
Banco Bradesco – 237, Agência 0244, Conta 45059-6

Linhas de crédito emergencial

A Secretaria de Indústria, Comércio e Serviços (SIC), por meio da GoiásFomento, Banco do Brasil e FCO, vai injetar R$ 500 milhões no mercado, voltados às micro e pequenas empresas, para capital de giro emergencial, pagamento de impostos, mão de obra, aluguéis e outros custos fixos variados. A carência é de 6 a 12 meses e o prazo para pagamento de 24 meses. O governo vai disponibilizar ainda a criação de um Fundo de Aval para facilitar o crédito aos microempresários.

Para contato na GoiásFomento, o empresário deve ligar para (62) 3216-4900. E para o Goiás Empreendedor, (62) 9 8127-4412, (62) 9 8225- 5120, ou nos e-mails Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. (informações sobre crédito e propostas em andamento); Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. (renegociações e atualização de boletos vencidos) e Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

GoiásFomento e Goiás Empreendedor ainda vão prorrogar, em até 60 dias, o prazo de vencimento das parcelas relativas aos contratos de financiamento, vencidas em março, para os clientes adimplentes. Nesse período, também ficará suspensa a inclusão do nome do cliente nos órgãos de proteção ao crédito. Para a renegociação não é necessário se dirigir à agência, basta ligar para (62) 3216-4900.

Goiás Turismo

Está disponibilizando R$ 15 milhões em linhas de crédito específicas para o trade. A previsão é liberar, já na próxima semana, os recursos para capital de giro de bares, restaurantes, organizadores de eventos e meios de hospedagens. Para um segundo momento, a Goiás Turismo e Goiásfomento negociam, junto ao Ministério do Turismo, a liberação de mais R$ 15 milhões.

Crédito da foto: Lucas Diener
Secretaria de Comunicação – Governo de Goiás