Benefícios sociais são temas de encontro virtual

Reunião conta com participação de primeiras-damas e gestores sociais e aborda trâmites para solicitação e envio de benefícios às prefeituras. “O objetivo é fortalecer a rede socioassistencial em todos os 246 municípios e beneficiar mais famílias em vulnerabilidade”, diz Gracinha Caiado

Com o compromisso de levar dignidade e qualidade de vida às pessoas em vulnerabilidade social, o Governo do Estado, por meio da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG), promoveu reunião de trabalho virtual, em forma de live, com primeiras-damas e gestores sociais de todos os 246 municípios goianos, nesta quinta-feira (19/8).

Comandado pela diretora de Ações Sociais da OVG, Jeane Abdala, e pela gerente de Benefícios Sociais da organização, Natalia Grandi, o encontro on-line abordou temas como o trabalho desempenhado pela instituição, o atendimento aos municípios e a assistência às famílias em vulnerabilidade, de acordo com a legislação social atualmente em vigor.

Responsável pela organização e mobilização de lives semanais com representantes do interior, a presidente de honra da OVG e coordenadora do Gabinete de Políticas Sociais (GPS), primeira-dama Gracinha Caiado, disse que é preciso sempre trabalhar em conjunto para o fortalecimento da assistência social em Goiás.

“Quando nos reunimos com representantes dos municípios, nosso objetivo é fortalecer ainda mais a rede socioassistencial para beneficiar mais famílias em vulnerabilidade social. Eu costumo dizer que quem precisa de ajuda tem pressa e não pode esperar por muito tempo. Por isso, esse contato próximo e constante é tão importante para que os benefícios e doações do Governo cheguem a tempo hábil para a população”, destacou.

Presente na abertura da transmissão, a diretora-geral da OVG, Adryanna Melo Caiado, reforçou que a instituição está sempre de portas abertas para ajudar. “O que realizamos hoje não é apenas uma discussão, mas uma reunião de trabalho que norteará as ações governamentais em cada um dos municípios, por meio da OVG”, ressaltou. “A partir de um encontro como este, podemos esclarecer dúvidas e fortalecer vínculos para que os benefícios sociais cheguem ainda mais rápido a todas as regiões. Estamos aqui para ajudar todos aqueles que precisam, contem conosco”, comentou Adryanna.

A diretora de Ações Sociais da OVG, Jeane Abdala, ressaltou os aspectos governamentais de assistência social e falou da importância do apoio recíproco entre a organização e as Secretarias Municipais de Assistência Social. Segundo ela, “a OVG é modelo em atendimento a pessoas em situação de vulnerabilidade e entidades sociais de todo o Estado”.

“A doação de benefícios proporciona dignidade e melhoria na qualidade de vida de idosos, crianças e adolescentes carentes, famílias de baixa renda, grávidas, pessoas com deficiência e dependentes químicos. Com a parceria entre a organização e os municípios, esses donativos chegarão ainda mais longe”, explicou Jeane.

Ao abordar a parte técnica dos pedidos e concessões de benefícios, Natalia Grandi disse que é necessário seguir cada etapa do processo de solicitação. “Nós precisamos de uma série de informações para que uma transformação social seja realizada na vida de quem mais precisa. Por isso, devemos ter uma atenção especial aos dados, sem pular nenhuma etapa do processo, que é contínuo”, ponderou.

“Quando o parecer social do município chega até nós, é importante sabermos se aquele pedido é para um benefício esporádico ou recorrente, para que aquela família não fique desamparada e para que ofereçamos qualidade de vida a longo prazo”, complementou a gerente da OVG.

Desproteção social

O trabalho de enfrentamento às desproteções sociais é desempenhado pelo Governo de Goiás, por meio do Gabinete de Políticas Sociais, OVG e de várias pastas estaduais. O objetivo é combater a vulnerabilidade social em todo o Estado, identificando as necessidades específicas presentes em cada região, por meio de visitas técnicas e entrevistas com as famílias.

Essa missão tem como eixos centrais a avaliação, articulação e integração entre pastas do governo estadual e dos municípios para promover resultados práticos na vida da população vulnerável, apresentando soluções para os principais desafios socioassistenciais daquele local.

Entre os donativos destinados pela OVG estão cadeiras de rodas padrão, higiênicas, reforçadas e infantis, muletas, andadores, colchões especiais, fraldas descartáveis geriátricas e infantis, kits de enxoval para bebês e de leites especiais, alimentos, cestas básicas, Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), cobertores, peças de vestuário e malhas compressivas para vítimas de queimaduras, além de frascos de álcool 70%.

Fonte: Organização das Voluntárias de Goiás (OVG)

Utilizamos cookies essenciais e tecnológicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.