Sudoeste registra 307 queimadas em uma semana

Com mais de 114 dias sem chuvas em algumas regiões e umidade em declínio, o monitoramento detectou, de 1º a 13,  967 focos no Estado

A Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, por meio do Centro de Informações Meteorológicas e Hidrológicas do Estado de Goiás, divulga o Boletim Queimadas número 15, com período de apuração de 7 a 13 de setembro.

Com mais de 114 dias sem chuvas em algumas regiões e umidade relativa do ar em declínio, o monitoramento realizado por meio de satélite detectou, de 1º a 13 de setembro de 2020, um total de 967 focos de queimadas. Já no mesmo período de 2019 foram 1.411 focos registrados em todo o Estado.

Entre as regiões monitoradas o destaque fica para a Região Sudoeste que no período de apuração do boletim (7 a 13/09) registrou 307 focos contra 132 em 2019, representando um aumento de 132% de queimadas na região.

Previsão de chuva

A massa  de  ar  seco e  quente  atua mantendo  o  tempo  estável, com  sol e temperaturas altas e umidade relativa do ar em declínio no período da tarde.  A partir   de   sexta-feira, dia   18, o  bloqueio   atmosférico   começa   a  perder intensidade favorecendo o avanço de frentes frias à região central do Brasil.

Os prognósticos demonstram que a partir do dia 21/09, em decorrência do avanço de uma de frente fria que está em deslocamento para a Região Sudeste do País, este sistema poderá  influenciar  e provocar áreas de  instabilidade na  Região Centro  Sul  de  Goiás,  mas  não está previsto muitos milímetros de chuva.