Caiado manifesta pesar pela morte de Tia Tó

 

Morte da ilustre moradora da cidade de Goiás, ocorreu nesta quinta (24), em decorrência de um AVC

É com imenso pesar que eu e minha esposa, Gracinha Caiado, recebemos a notícia do falecimento de Tia Tó, símbolo da  cidade de Goiás, aos 89 anos, ocorrido nesta quinta-feira (24/06), vítima de complicações de um acidente vascular cerebral.

Antolinda Baía Borges, a Tia Tó, é natural da antiga cidade de Curralinho, hoje Itaberaí. Ela chegou à cidade de Goiás com pouco mais de dois anos. Construiu sua vida na então capital do Estado, onde foi proprietária de uma pousada e defensora da história e da cultura locais.

Nos anos 1960, teve papel fundamental na criação do Museu de Arte Sacra da Boa Morte, instituição que reúne obras do escultor Veiga Valle e da qual foi a única diretora, até 2019.

Foi uma das pessoas que batalhou pelo título de Patrimônio Histórico e Cultural da Humanidade, concedido à cidade de Goiás pela Unesco, em 2001.

Tia Tó foi guardiã das igrejas da cidade de Goiás pela Fundação Nacional Pró-Memória, precursora do Instituto Nacional do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

Aos familiares, amigos e vilaboenses que hoje perdem sua maior representante, manifestamos nossos sentimentos. Que Deus, em sua infinita bondade, possa confortar o coração de todos neste momento de grande consternação e pesar. 

Ronaldo Caiado
Governador de Goiás

Utilizamos cookies essenciais e tecnológicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.