4º Mutirão realiza 123 mil atendimentos na região Leste de Goiânia

Coordenadores do evento anunciam que nova estrutura com prestação serviços para 5ª edição será montada na divisa entre a capital e Trindade

Com novo recorde de atendimento, encerrou neste domingo (10/4) o 4º Mutirão Governo de Goiás, promovido em parceria com a Prefeitura de Goiânia, no cruzamento das avenidas Firenze e Cremosa, no Jardim Abaporu, região Leste de Goiânia. O evento, iniciado no sábado (9/4), teve cerca de 123  mil atendimentos, 3 mil a mais do que a última edição, no Portal Sul Shopping, na rodovia GO-040, na divisa entre a capital e Aparecida de Goiânia.

Ao observar o grande fluxo no evento, o secretário-geral de Governo, Adriano da Rocha Lima, explicou que o Mutirão mostra sua importância por aproximar o poder público ainda mais da população. "É uma grande festa da cidadania, onde as pessoas vêm para usufruir deste serviço sempre de forma integrada, com todas as secretarias presentes, como se fosse um grande Expresso, um grande Vapt Vupt, em conjunto com a Prefeitura de Goiânia", frisou.

A marca de 123 mil atendimentos supera a então máxima histórica de 120 mil, obtida na última edição, no mês passado. Número alcançado com a contribuição do município de Goiânia. “A prefeitura em parceria com o Governo do Estado, juntos, cuidam  das pessoas e da cidade. Isso é muito bom de se ver. Me sinto honrado em fazer parte de um momento importante da vida do cidadão”, pontuou o prefeito Rogério Cruz.

O assessor especial da governadoria e um dos coordenadores do Mutirão, Paulo Ortegal, anunciou que o Estado já prepara o próximo evento na divisa entre a capital e Trindade. "Daqui, nossa expectativa é partirmos para a região Oeste de Goiânia, exatamente o oposto dessa área para que a população sinta a presença do Governo do Estado”, adiantou.

Último dia

O autônomo Luiz Carlos Veríssimo, morador do Recanto das Minas Gerais, logo cedo já estava no estande pet. Levou o Huck e a Neve, ambos de dois meses, para consulta com veterinário e vacinar contra a raiva animal. “Está ótima essa estrutura e fui bem atendido. Me surpreendeu”, confessou. Já a Elisângela Silva, acompanhada do filho de três anos, procurou três serviços. “Vim fazer a identidade, agora vou passar pelo exame de vista e depois me inscrever no Pra ter Onde Morar - Aluguel Social”, enumerou.

“A gente trabalha o tempo todo, quase não tem folga e quando tem é difícil ir até o Centro. Estou aproveitando o Mutirão e o domingo de folga”, explicou a Marta Maria, de 43 anos, que no estande da Polícia Civil fazia a identidade do filho Bernardo Jesus, de 3 anos, além de buscar os serviços jurídicos prestados no local para dar entrada no pedido de divórcio. A estrutura na região Leste de Goiânia serviu como oportunidade para a saladeira Adriana Gomides regularizar o pagamento do IPVA e Licenciamento no estande da Secretaria de Economia. "Facilitou por estar aqui perto de casa e hoje estou de folga e o acesso foi fácil”, salientou.  

Mãe de três filhos, a diarista Rosemeire Silva Oliveira foi uma das mais de mil mulheres contempladas com o cartão do Mães de Goiás. “Pretendo fazer compras, os alimentos básicos, que são mais difíceis de adquirir”, explicou ela que é moradora do Jardim Califórnia. O venezuelano Jorge Daniel Diaz, que é técnico elétrico e de refrigeração, morador de Senador Canedo há dois anos, buscava um emprego em Goiânia. “Vim fazer o cadastro. Quero algo melhor para ajudar minha família”, afirmou.

Balanço

A Agência Goiana de Habitação (Agehab) convocou mil famílias para distribuir o cartão do programa Pra Ter Onde Morar - Aluguel Social e, na área de regularização fundiária, outras mil foram chamadas para a entrega ou coleta de assinaturas das escrituras de suas residências. Na área da saúde, foram 3.947 pessoas atendidas com consultas médicas e exames. Além disso, foram imunizadas 953 pessoas contra a Covid-19 e outras 394 contra a gripe. 118 doaram sangue no ônibus móvel do Hemocentro.

A Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Seds) entregou 1.003 cartões do programa Mães de Goiás, além de realizar diversos atendimentos de registro civil (como casamento e averbação), confecção de carteirinha do autista, passe livre com deficiência e passaporte do idoso.

Já a Organização das Voluntárias de Goiás (OVG) entregou 830 benefícios, entre cadeiras de rodas (padrão e higiênica), muletas, andadores, colchão caixa de ovo, fraldas descartáveis geriátricas e infantis, leite para crianças, e enxovais de bebês. Na área de tecnologia, 450 pessoas aproveitaram a oportunidade para se inscrever nos cursos profissionalizantes ofertados pela Secretaria de Desenvolvimento e Inovação (Sedi). 

Fonte: Secretaria de Comunicação (Secom)

Utilizamos cookies essenciais e tecnológicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.