Transporte escolar da Região Metropolitana é vistoriado

Checagem das condições do veículo e da documentação do transporte escolar público é realizada com o objetivo prevenir acidentes. A vistoria realizada semestralmente havia sido suspensa, devido à pandemia, e retornou em agosto junto com as aulas presenciais em grande parte do Estado

Para garantir a segurança da frota e prevenir acidentes envolvendo veículos que efetuam o transporte escolar público no Estado, o Governo de Goiás, por meio do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-GO), retomou a fiscalização desses veículos. A vistoria realizada semestralmente havia sido suspensa, devido à pandemia, e retornou em agosto junto com as aulas presenciais em grande parte do Estado. Nesta semana, as equipes estão em municípios da Região Metropolitana de Goiânia, como Goianira, Inhumas, Anápolis, Senador Canedo e na capital.

As vistorias acontecerão em todo o Estado entre 23 de agosto a 29 de outubro. A inspeção é realizada semestralmente, em parceria com o Ministério Público Estadual e Polícia Militar, para checar as condições de circulação dos veículos e a documentação e qualificação dos condutores. Devem ser vistoriados cerca de cinco mil veículos que realizam o transporte escolar público nos 246 municípios goianos. O calendário de vistoria está disponível no site www.detran.go.gov.br,

De acordo com o previsto no Código Brasileiro de Trânsito (artigos 136 a 139) e nas portarias do Detran-GO 727 e 948/2018, os vistoriadores verificam os itens de segurança de circulação e iluminação dos veículos. Eles observam ainda a quantidade de cintos de segurança, que devem ser em número igual à lotação do veículo, validade do extintor, tacógrafo, setas, faróis, estado de conservação dos pneus, a presença de limitadores de abertura dos vidros corrediços e dispositivos para quebra e remoção dos mesmos, em caso de acidente.

Documentação
Durante a vistoria, também é conferida a documentação dos condutores indicados para cada um dos veículos. Para transportar estudantes, o motorista deve ser habilitado na Categoria D ou E, possuir mais de 21 anos, ter feito curso específico de transportador de escolares, que deve estar averbado na CNH. Ele tem de apresentar Certidão Negativa de Antecedentes Criminais e não pode ter cometido nenhuma infração grave ou gravíssima ou não ser reincidente em infrações médias nos últimos doze meses.

As prefeituras que não apresentarem os veículos na data da vistoria ou que tiverem os mesmos reprovados terão uma nova oportunidade. Poderão agendar uma nova data para a inspeção até 30 de novembro de 2021. Nesse caso, a checagem é feita no pátio do Detran-GO, em Goiânia. Os responsáveis pela frota devem encaminhar a lista de veículos a serem vistoriados para o Detran-GO, pelo e-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

As prefeituras que tiverem os veículos reprovados ou que não apresentarem os veículos podem responder a uma Ação Civil, conforme prevê o Termo de Cooperação firmado com o Ministério Público de Goiás.

Cronograma
26/10 – Guapó
27/10 – Aparecida de Goiânia, Anápolis
28/10 – Anápolis, Senador Canedo, Inhumas e Trindade
29/10 – Goianira, Goiânia e Senador Canedo

 

Utilizamos cookies essenciais e tecnológicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.