No 2º turno das eleições, Segurança Pública dá sequência a ação integrada

Operação nacional visa garantir segurança do processo democrático e dos eleitores. Em Goiás, 5,6 mil servidores participam da ação

A ação conjunta das forças de Segurança Pública no 2º turno da eleição, neste domingo (30/10), será acompanhada em tempo real, a partir do Centro Integrado de Comando e Controle Nacional (CICCN), em Brasília. Em Goiás, as forças de Segurança Pública vão dar apoio à ação do Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP) e ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) nos 246 municípios, durante o processo democrático.

A Polícia Militar do Estado de Goiás (PMGO) vai empregar efetivo de 4.760 policiais, a Polícia Civil irá contar com 427 servidores entre delegados, agentes e escrivães. O Corpo de Bombeiros Militar de Goiás (CBMGO) vai participar da operação de coordenação nacional com um efetivo de 448 militares.

Em todo o Brasil, cerca de 500 mil agentes da segurança pública estão mobilizados para garantir a segurança dos brasileiros. Além do grande efetivo, cerca de 70 mil viaturas, 3 aeronaves e 9 embarcações estarão de prontidão no país.

A Operação Eleições 2022 tem como objetivo garantir a segurança dos eleitores durante o período de votação. Além dos representantes institucionais das 27 unidades federativas, também participam: representantes do TSE, das Polícias Civis e Militares, da Polícia Federal (PF), da Polícia Rodoviária Federal (PRF), dos Corpos de Bombeiros Militares, do Ministério da Defesa, da Agência Brasileira de Inteligência (Abin), das Secretarias de Segurança Pública e Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil (Sedec).

Fonte: Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP-GO)

Utilizamos cookies essenciais e tecnológicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.