Força-tarefa desembarca no Noroeste do Estado e inicia trabalhos em Faina

Técnicos da Semad e titular da Pasta, Andréa Vulcanis, acompanham, presencialmente, situação em Faina, seguindo determinação do governador. Maquinário encaminhado irá  desbloquear GO-230, onde houve deslizamento de terra que deixou comunidade isolada. “Caiado, de pronto, nos atende com resposta rápida a essas famílias que estão isoladas”, assegura prefeito Paulo Roberto Vieira. Estado também atua nas regiões Norte e Nordeste. Operação integrada com participação do Corpo de Bombeiros, Defesa Civil, Seapa, OVG, Seds e Emater soma passagens por 13 municípios e 25 comunidades, com distribuição de cestas básicas, pacotes do Mix do Bem, cobertores e fardos com garrafas de água. Goinfra intensifica recuperação de estradas

 

A força-tarefa do Governo de Goiás realizou, nesta quarta-feira (12), o 17° dia de trabalhos voltados ao atendimento de moradores atingidos pelas fortes chuvas nas regiões Norte, Nordeste e Noroeste do Estado. O município de Faina, a 208 quilômetros de Goiânia, um dos afetados, recebeu as equipes das secretarias da gestão estadual.

Técnicos da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad) e a titular da pasta, Andréa Vulcanis, acompanham, presencialmente, a situação de Faina, seguindo determinação do governador Ronaldo Caiado. A força-tarefa distribui cestas de alimentos, medicamentos e água potável à população isolada por conta das volumosas chuvas que caem em diversos pontos de Goiás desde meados de dezembro do ano passado.

Em Faina, a equipe, junto com o prefeito Paulo Roberto Vieira, vistoriou uma área de deslizamento da GO-230, conhecida como Serra do Macaco, que isolou uma comunidade com cerca de 120 famílias. “Por determinação do governador, vamos aonde a comunidade precisar. Estão vindo reforços, e Faina será atendida”, assegurou Vulcanis.

O prefeito agradeceu a disposição da equipe e a solução empenhada. “Temos a resposta do governador, presidente da Agência Goiana de Infraestrutura e Transportes (Goinfra), Pedro Sales, e da secretária Andréa Vulcanis que nas próximas 24 horas chegará o maquinário para dar socorro a essas famílias que estão ilhadas”, explicou o gestor.  “Caiado, de pronto, nos atendeu com uma resposta rápida a essas famílias que estão isoladas e com seus produtos, principalmente, o leite, sem condições de escoar”, completou.

“Em qualquer canto do Estado, o governo está presente para prestar auxílio às comunidades e também às necessidades de infraestrutura e de correção para permitir que as pessoas isoladas ou ilhadas, com dificuldade de acesso a alimentos, medicamentos e saúde possam ser devidamente atendidas”, ressaltou a secretária Andréa Vulcanis.

O Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Goiás (CBMGO) organizou, nesta quarta-feira, um levantamento, em toda a área de Faina, para construção de um relatório que guiará a tomada de ações tendo em vista mitigar os danos causados pelas chuvas.

Uma equipe do CBMGO precisou agir em uma propriedade isolada em razão da chuva na zona rural da cidade de Goiás, município limítrofe com Faina, para atender a uma mulher, de 20 anos, grávida de 35 semanas. A jovem estava em início de trabalho de parto e foi removida de helicóptero para o Hospital Materno Infantil (HMI), em Goiânia.

Os municípios de Nova Roma, Cavalcante, Teresina de Goiás, Flores de Goiás, São João D’Aliança, Niquelândia, Mutunópolis, Monte Alegre de Goiás, Formoso, Guarani de Goiás, Divinópolis de Goiás e Alto Paraíso de Goiás, localidades onde foi decretada situação de emergência, já contaram com a presença da força-tarefa do governo.

Reparos em rodovias

A Agência Goiana de Infraestrutura e Transportes (Goinfra) liberou em meia pista, no sistema siga e pare, o tráfego de veículos pesados nesta quarta-feira na GO-118, entre Alto Paraíso de Goiás e Teresina de Goiás, no Nordeste goiano. Com a execução dos serviços de reforço da estrutura do leito da rodovia em regime de plantão, com operários e máquinas trabalhando em três turnos, e as condições climáticas favoráveis ao andamento das obras, a agência conseguiu antecipar em 10 dias a abertura da pista, prevista anteriormente para 24 de janeiro. A circulação de veículos pequenos já estava liberada, desde o dia 06 de janeiro.

O trecho foi interditado na semana do Natal por conta de uma erosão no leito da pista, gerada pela água das chuvas. De forma emergencial, a Goinfra realizou serviços de reforço do talude para dar estabilidade ao aterro e abriu meia faixa para o trânsito. Agora, parte para a segunda etapa da obra, que é a reconstrução da rodovia.

Ainda no Nordeste, na GO-241, o trecho do encabeçamento da ponte sobre o Rio Santa Tereza, entre municípios de Formoso e Santa Tereza de Goiás, deve ter trânsito liberado nesta quinta-feira (13). A estrutura do local passa por reconstrução e o tráfego deve funcionar, inicialmente, no sistema pare e siga, até ser aberto plenamente.

Na GO-244, na ligação entre Porangatu e a GO-142, no Norte de Goiás, a Goinfra atua para melhorar a pista em pontos de atoleiros. A pasta deve reconstruir o encabeçamento de uma ponte no trajeto, que também ruiu por conta das chuvas.

Números

Em balanço organizado, de forma conjunta, pela Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), pelo CBMGO, pela Defesa Civil do Estado de Goiás, pela Organização das Voluntárias de Goiás (OVG), pela Agência Goiana de Assistência Técnica, Extensão Rural e Pesquisa Agropecuária (Emater Goiás) e pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Seds), dados das ações no Nordeste goiano realizadas desde o dia 29 de dezembro mostram repasses de mantimentos como água, cestas básicas, recipientes com álcool em gel, frutas desidratadas, pacotes do Mix do Bem e cobertores à população da região.

Batizada de Operação Nordeste 2021-2022, a força-tarefa já soma 13 municípios e 25 comunidades vistoriadas. Até o momento, 4.278 cestas básicas foram encaminhadas para a região e estão sendo distribuídas, além de 1.200 cobertores, 2.000 pacotes do Mix do Bem e 280 fardos com garrafas de água. Para o atendimento às comunidades, foram utilizados, até agora, três caminhonetes, seis canoas, um bote e um helicóptero.

“É importante dizer que o Estado de Goiás está presente, a Semad, o Corpo de Bombeiros, a Defesa Civil, a Goinfra, a Seds, a OVG, todos juntos, unidos em um esforço. Mostramos o trabalho do Estado de Goiás em favor da nossa população e a nossa solidariedade”, conclui a secretária Andréa Vulcanis.

Fonte: Secom - Governo de Goiás

Utilizamos cookies essenciais e tecnológicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.