Moradores de Goiânia recebem mais mil cartões do Aluguel Social

Nova leva de benefícios para moradores da capital foi pela entregue pela Agehab, nesta quarta-feira (29). Programa destina o valor mensal de R$ 350 para locação de imóveis por 18 meses para famílias em situação de vulnerabilidade social

O Governo de Goiás, por meio da Agência Goiana de Habitação (Agehab), faz nova entrega de cartões do programa Pra Ter Onde Morar – Aluguel Social para famílias de Goiânia, nesta quarta-feira (29), no hall de entrada do Estádio Olímpico, Centro da capital. Neste novo atendimento foram convocadas 1.000 famílias para receber os cartões que dão acesso ao benefício.

Em Goiânia, maior cidade do Estado, cerca de 5 mil famílias já estão recebendo o benefício. O programa foi criado para atender todo o Estado, com foco especialmente no centros urbanos que têm alta concentração de déficit habitacional, caso da Região Metropolitana de Goiânia. Isso não quer dizer que municípios de menor porte também não estejam sendo atendidos.

“O objetivo do programa, que está chegando a 30 mil famílias, é oferecer um alívio financeiro para lares que necessitam se reestruturar financeiramente para seguir em frente”, destaca Pedro Sales.

Atualmente mais de 50 munícipios já estão recebendo atendimento do programa em algum nível. Novos editais estão sendo lançados nesta semana. A meta, de acordo com Sales, é até o fim do ano alcançar 40 mil famílias atendidas.

A expansão segue cronograma de planejamento que objetiva reduzir o déficit verificado pelo Instituto Mauro Borges (IMB) nos municípios goianos. Para Sales, o programa tem crescido de forma ágil, mas com responsabilidade. “Começamos a executar o Aluguel Social em dezembro e já estamos impactando a vida das famílias e dando condições para que se reergam”, afirma.

Os beneficiários do Aluguel Social são notificados para buscarem seus cartões por mensagem de aplicativo ou por telefone. Em caso de dúvidas, devem verificar se seus nomes estão na lista de convocação pelo site www.agehab.go.gov.br.

Para se candidatar ao programa, a família tem que estar com o CadÚnico atualizado, ter vínculo há pelo menos três anos com o município, estar em situação de vulnerabilidade financeira e não possuir imóvel, entre outros requisitos especificados no edital.

O programa destina o valor mensal de R$ 350 para locação de imóveis por 18 meses para famílias em situação de vulnerabilidade social, superendividamento e que não tenham moradia própria. Os recursos são provenientes do Fundo de Proteção Social do Estado de Goiás (Protege), gerido pelo Gabinete de Políticas Sociais (GPS) da Governadoria.

Serviço

Assunto: Entrega de 1.000 cartões do Aluguel Social em Goiânia

Data: 29 de junho de 2022, quarta-feira

Horário: 9 horas

Local: Hall de entrada do Estádio Olímpico (Avenida Paranaíba, Centro – Goiânia – Goiás)

Foto: Octacílio Queiroz

Agência Goiana de Habitação (Agehab) – Governo de Goiás

Utilizamos cookies essenciais e tecnológicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.