Agehab cadastra famílias da Vila Mutirão, em Itumbiara, para escriturar imóveis

 

Cadastradores da Agência visitam, até sexta-feira (22/1), domicílios do bairro para levantar documentação e informações de moradores. Serão regularizados 161 imóveis de propriedade do Estado na Vila Mutirão, criada há 38 anos. Determinação do governador Ronaldo Caiado é para Agehab avançar com programa em todas as regiões de Goiás, para cumprir meta de 15 mil escrituras até final de 2022

Equipes da Agência Goiana de Habitação (Agehab) já estão em Itumbiara, realizando cadastramento de famílias para a regularização de 161 imóveis da Vila Mutirão, em cumprimento à determinação do governador Ronaldo Caiado de avançar com o programa em todas as regiões do Estado. 

Duas equipes fazem o trabalho de campo, de casa em casa, numa das fases mais importantes do processo de legalização do bairro, que é o levantamento da documentação e de informações sobre os moradores. A abertura oficial aconteceu na terça-feira (20/01), no município, na presença dos diretores da Agehab, Valderi Borges, Lindomar Menezes e Lucas Gouveia, que representou o presidente da Agência, Lucas Fernandes, além de autoridades e lideranças do município.

Uma das primeiras famílias cadastradas pela equipe da Agehab foi a do casal de aposentados Iracema Alexandre e Damião Galdino de Lima, que chegou à Vila Mutirão em 1985. Casados há 38 anos, eles criaram os cinco filhos no bairro, e há 36 anos aguardam com ansiedade pela escritura. 

Eles receberam os cadastrados da Agehab com muita alegria. “A melhor coisa que vai acontecer na minha vida é receber a escritura da minha casa. Com fé em Deus, vai chegar. Uma casa sem escritura não é da gente. Tendo a escritura na mão podemos conseguir um empréstimo. É uma garantia que eu tenho e que posso passar para alguém”, comemorou Iracema Alexandre, após assinar a ficha de cadastro.

Avançar com o programa de regularização fundiária é uma prioridade da Agehab estabelecida pelo governador Ronaldo Caiado. Desde o início da atual gestão, foram retomados cadastramentos e levantamentos topográficos em diversas regiões do Estado. Segundo o presidente Lucas Fernandes, a meta é escriturar 15 mil imóveis até o final de 2022. 

Em Itumbiara, a equipe deve encerrar o cadastramento até sexta-feira (22/01). A partir do cadastramento, a equipe técnica da Agehab abre o processo de regularização dos imóveis que cumpre várias etapas até o envio da escritura para registro em cartório. Somente depois de cumprido todo o rito, as escrituras registradas são entregues às famílias pelo Governo de Goiás. A expectativa é de que as escrituras de Itumbiara fiquem prontas ainda este ano.

Já foram entregues, desde 2019, quase 3 mil escrituras, que são registradas em cartório e sem qualquer custo para as famílias beneficiadas. O programa de regularização fundiária urbana do Estado beneficia famílias com renda de até seis salários mínimos, de acordo com a nova lei de regularização fundiária do Estado, sancionada este ano pelo governador Ronaldo Caiado, com vistas a desburocratizar o processo e ampliar o atendimento às famílias de interesse social. 


Fotos: Iran Pereira Alves


Fonte: Agência Goiana de Habitação (Agehab) – Governo de Goiás

Utilizamos cookies essenciais e tecnológicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.